Quinta-feira, 02 de Julho de 2020
Cariri

Salitre: “Suposta Oposição” faz denúncia das Igrejas, comércio e até mesmo da Polícia Militar.

Um caso não comum foi registrado por meio de uma denúncia dirigida a Ouvidoria da Polícia Militar do Ceará.

Publicada em 30/05/20 às 19:36h

por Ferreira Júnior


Compartilhe
   

Link da Notícia:

 (Foto: Ilustrativo)
Um caso não comum foi registrado por meio de uma denúncia dirigida a Ouvidoria da Polícia Militar do Ceará.

Segundo o relato da denúncia, naquele município comércios não essenciais, cultos evangélicos com aglomerações, igreja e até mesmo uma procissão aconteceu sem nenhuma intervenção das autoridades administrativas e até mesmo da própria polícia militar local.

Ainda na denúncia, as barreiras sanitárias impostas pelo decreto municipal são inoperantes e nenhuma ação das autoridades locais acerca dos supostos fatos narrados na denúncia é feito.


Ao final pede providencias das autoridades para que tais fatos sejam apurados e dirimidos.

Os supostos fatos narrados não condiz com o cotidiano da cidade de Salitre nesta época de pandemia, apesar do município ter uma extensa área territorial e contar apenas com uma viatura e 4 policias, esses desdobra-se para atender denúncias e fazer valer os decretos Federal, Estadual e Municipal.

No tocante as ações da administração municipal, uma Unidade Básica de Saúde recém construída foi disponibilizada para o atendimento de pessoas com os sintomas do COVID-19, as barreiras sanitárias de Salitre em comparação com os municípios vizinhos, são as únicas que realmente funcionam.

Equipes com médicos (a), enfermeiros (a) e técnicos (a) de enfermagem estão de prontidão 24 horas a disposição da população.

A igreja católica e as igrejas evangélicas estão de forma ordeira respeitando o decreto e realizando os seus cultos, missa por meio de redes sociais (youtube, facebook).

A polícia militar mesmo com toda a sua dificuldade estrutural e logística, atua de forma ostensiva e presente para atender as denúncias e fazer valer os decretos.

Quando do conhecimento desta DENÚNCIA, este redator tratou de apurar de forma rápida e séria tal fato narrado e nada do ali posto foi constatado.

Tal fato denuncioso mais parece uma perseguição política ou até mesmo rincha.

Lembramos que Denunciação Caluniosa constitui-se crime previsto do código penal no seu artigo 339.

Veja:

Artº 339 - Dar causa à instauração de investigação policial, de processo judicial, instauração de investigação administrativa, inquérito civil ou ação de improbidade administrativa contra alguém, imputando-lhe crime de que o sabe inocente:

Pena - reclusão, de dois a oito anos, e multa.

§ 1º - A pena é aumentada de sexta parte, se o agente se serve de anonimato ou de nome suposto.

§ 2º - A pena é diminuída de metade, se a imputação é de prática de contravenção.



ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (88) 9.9244-8697

Visitas: 7574520
Usuários Online: 956
Copyright (c) 2020 - Ferreira Júnior News